O TOC e a terapia cognitiva comportamental

0

Posted by Fernanda Wagner | Posted in | Posted on 17:14


            O Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC) é um transtorno mental incluído pelo DSM-IV entre os chamados transtornos de ansiedade. 
            Manifesta-se sob a forma de alterações do comportamento (rituais ou compulsões, repetições, evitações), dos pensamentos (obsessões como dúvidas, preo­cupações excessivas) e das emoções (medo, desconforto, aflição, culpa, depressão). 
            Sua característica principal é a presença de obsessões: pensamentos, imagens ou impulsos que invadem a mente e  mesmo desejando,o indivíduo não consegue afastá-las ou suprimi-las. São acompanhados de ansiedade ou desconforto, e das compulsões ou rituais: comportamentos ou atos mentais voluntários e repetitivos, realizados para reduzir a aflição que acompanha as obsessões. Dentre as obsessões mais comuns estão a preocupação excessiva com limpeza (obsessão) que é seguida de lavagens repetidas (compulsão). 
             Pra quem não conhece ainda, a Revista Mente&Cérebro publicou uma coleção com seis volumes intitulada Doenças do Cérebro, que traz textos de especialistas em alzheimer, parkinson, autismo, esquizofrenia, transtorno bipolar, hiperatividade, depressão, stress e ansiedade.
 

             

           
              Cardioli, professor do curso de Psiquiatria da UFRGS, escreveu , no sexto volume que fala sobre Estresse e Ansiedade, uma matéria com o nome "Prisão Mental"  (p. 58-66) que fala sobre o TOC e suas alternativas de tratamento. Dentro desta matéria há um box com o nome Correção de Rota e a chamada "Por meio da terapia cognitivo-comportamental, o paciente aprende a orientar suas obsessões e medos e a abster-se dos rituais" (p. 65). Pra quem se interessa pelo tema, vale a pena dar uma conferida.

Related Posts with Thumbnails